Blog

Queda de cabelo? Saiba as principais causas e quais os tratamentos adequados para o problema.

Queda de cabelo? Saiba as principais causas e quais os tratamentos adequados para o problema.
4 comentários

“Meu cabelo enrolado todos querem imitar”, “Cabelo, cabeleira, cabeluda, descabelada”, “Olha a cabeleira do Zezé”… Não faltam músicas brasileiras que falem sobre cabelo, mas é a falta dele que representa um problema para milhares de pessoas no nosso país, já que a queda de cabelo costuma deixar muita gente de “cabelo em pé”, principalmente durante o processo em que os fios estão indo embora.

A perda dos fios do couro cabeludo é natural e acontece diariamente, durante atividades corriqueiras, como a lavagem e a escovação do cabelo. Porém, em certas quantidades e situações, a queda pode indicar que a sua saúde não anda nada bem, principalmente se o volume de mechas perdidas é muito alto e/ou anormal. Por isso, se você deixa muitos fios no travesseiro, no chão de casa ou até na mesa do trabalho, fique atento!

LAVITAN HAIR PARA FORTALECIMENTO CAPILAR CIMED

Lavitan Hair para Fortalecimento Capilar 30 drágeas CIMED

R$46.28 R$29.95

SAIBA MAIS
Medicamentos genéricos em comprimidos | Drogaria Pop

Complexo B comp cx c/100 ARTE NATIVA

R$15.51 R$14.95

SAIBA MAIS

Complexo B gotas c/30ml ARTE NATIVA

R$10.37 R$6.95

SAIBA MAIS
Medicamentos genéricos em comprimidos | Drogaria Pop

Finasterida 1mg 30 comprimidos TEUTO

R$59.34 R$24.95

SAIBA MAIS

De acordo com a Associação Brasileira de Cirurgia de Restauração Capilar, a queda de cabelo acontece em cerca de 25% das brasileiras, entre 35 e 40 anos. Já entre as mulheres com mais de 40 anos, essa porcentagem sobe para 50%. No caso dos homens, cerca de 40% sofrem com o problema antes mesmo dos 35 anos, segundo dados disponibilizados pela Sociedade Internacional de Cirurgia de Restauração de Cabelo.

A queda de cabelo é o mesmo que calvície?

Homem com cabelos mais ralos parte de cima da cabeça | A queda de cabelo é o mesmo que calvície?

Ainda que tenham um sintoma semelhante (perda excessiva dos fios), a queda de cabelo e a calvície são problemas diferentes.

A calvície é uma doença genética, e os tratamentos mais comuns são o transplante de cabelo e o implante de cabelo.

Além do fator hereditário, outra particularidade é que ela atinge principalmente os homens acima dos 35 anos e, em quase todos os casos, costuma não ser reversível, enquanto que a queda de cabelo pode ser passageira, tendo como origem o estresse, a falta de nutrientes no organismo ou até se manifestando para sinalizar outra doença. Contudo, existem outras causas para a queda de cabelo.

Causas da queda de cabelo

 Mão de uma mulher segurando um cigarro | Causas da queda de cabelo

Todos os médicos concordam que a queda de cabelo é um problema que reflete o estilo de vida do paciente, pois geralmente ela aponta algum problema que afeta o organismo, tais como:

  • Dieta rígida sem indicação e acompanhamento profissional;
  • Anemia;
  • Alteração hormonal;
  • Doenças virais e bacterianas;
  • Estresse;
  • Falta de vitaminas do complexo B;
  • Antidepressivos;
  • Pós-parto;
  • Envelhecimento;
  • Tabagismo;
  • Fungos e bactérias;
  • Excesso de oleosidade no couro cabeludo;
  • Problemas na tireoide;
  • Uso de produtos químicos no couro cabeludo;
  • Deficiência de ferro no organismo;
  • Doenças de pele, como o lúpus;
  • Infecções no couro cabeludo, como as famigeradas micoses.

A maioria das causas estão ligadas à deficiência de alguma vitamina, carboidrato, proteína ou mineral (zinco e ferro), que, por sua vez, está relacionada ao tabagismo ou à má alimentação, incluindo dietas muito restritivas.

Tratamentos químicos agressivos ao couro cabeludo, como a escova progressiva, entram na lista devido a alta concentração de formol e glutaraldeído, substâncias que podem levar ao enfraquecimento dos fios e que chegaram a ser proibidas pela Anvisa.

É importante ressaltar que as pessoas que já estão em processo de perda de cabelo devem evitar secador e chapinha, já que o seu uso excessivo e a exposição ao calor podem intensificar ainda mais a queda.

Como dito anteriormente, as alterações hormonais também contribuem para o problema, principalmente nas gestantes. Portanto, é importante observar se houve queda de cabelo depois do parto, pois, de três a quatro meses após o nascimento, os hormônios estão em readequação para que a mulher possa recuperar aqueles que tiveram seus níveis reduzidos durante a gravidez.

Outro fator causador são as doenças virais e bacterianas, como gripe, resfriado e amigdalite, que costumam fragilizar os fios, pois também acarretam na perda de nutrientes.

Os remédios são feitos para tratar e até curar doenças, mas eles também trazem efeitos colaterais e podem colaborar com a queda das madeixas, principalmente os antidepressivos. Essa é a categoria de medicamentos que mais ataca a saúde capilar, agindo diretamente no sistema nervoso e interrompendo o ciclo normal de crescimento e fortalecimento dos fios, sensibilizando-os. Se você usa esse tipo de medicamento, converse com seu médico. As drogas usadas para o tratamento do câncer também causam perda agressiva dos cabelos, vamos entender o porquê a seguir.

Queda de cabelo durante a quimioterapia

Mulher sentada recebendo medicamento direto na veia da mão | Queda de cabelo durante a quimioterapia

A queda de cabelo na quimioterapia, junto com náusea e vômito, é um dos principais efeitos colaterais de quem se submete ao procedimento para tratar o câncer.

A quimioterapia elimina as células cancerígenas do organismo, porém, ao longo do processo, também atinge as saudáveis, incluindo as responsáveis pela produção e renovação dos fios de cabelo. A substância quimioterápica é injetada diretamente na veia, percorrendo todo o corpo do paciente, e é considerado um método bastante agressivo.

O tratamento do câncer também pode ser feito através da radioterapia, que costuma ter a queda de cabelo como um dos seus efeitos colaterais.

Tratamento da queda de cabelo

Médico com um tablet nas mãos fazendo anotações | Tratamento da queda de cabelo

Assim que perceber a queda anormal dos fios, procure um médico. O problema pode ser tanto algo simples de se solucionar quanto indicar uma complicação grave na saúde, porém, você só saberá através de uma orientação especializada.

O estilo de vida conta muito, por isso, evite o estresse, pratique exercícios regularmente e invista numa alimentação rica em nutrientes, principalmente aqueles que fortaleçam a saúde do couro cabeludo.

Durante a avaliação médica, o paciente receberá a indicação do melhor tratamento para a queda de cabelo, levando em consideração seu quadro clínico. Para um diagnóstico mais assertivo, o médico precisa fazer uma série de perguntas sobre os hábitos do paciente, para assim identificar o que pode estar causando o problema. Um exame de sangue também pode ser solicitado para identificar doenças associadas.

É importante lembrar que, na maioria dos casos, o uso de medicamento específicos e suplementos vitamínicos será a solução para a queda de cabelo.

Medicamento para queda de cabelo

Pílulas caídas do potinho de medicamento em cima de uma superfície cinza | Medicamento para queda de cabelo

Se o médico entender que é adequado o uso de medicamentos para a queda de cabelo, é importante que o paciente inicie o tratamento o mais breve possível. A Drogaria POP alerta: nunca faça uso de remédios sem prescrição de um profissional de saúde!

Confira alguns medicamentos disponíveis no site da POP e que podem te ajudar a manter os cabelos no lugar, sem pesar no seu bolso:

Vitamina para queda de cabelo

Copo com vitamina ao lado tem três maças e dois pedaços de canela | Vitamina para queda de cabelo

Conforme já adiantamos, o uso de vitaminas e suplementos pode ajudar (e muito!) no restabelecimento da saúde do couro cabeludo, sobretudo aqueles que possuem vitaminas do complexo B e são ricos em minerais. A deficiência dessas substâncias no organismo compromete o seu bom funcionamento, resultando na queda de cabelo e em outros problemas de saúde.

Em alguns lugares, esse tipo de medicamento pode ser bem caro. Na POP, você encontra diversos tipos de complexos vitamínicos de qualidade e por um preço justo. Duvida? Fizemos uma pequena seleção para você:

Alimentos benéficos para a saúde do cabelo

Mesa com azeite, salmão, ovos, maçã verde e brócolis | Alimentos benéficos para a saúde do cabelo

Nós bem sabemos que a alimentação pode ser uma heroína ou vilã, dependendo de sua qualidade e variedade. Quando se trata de queda de cabelo, devemos saber exatamente quais são as iguarias que ajudam a evitar, a diminuir ou até mesmo a interromper a perda excessiva dos fios. Vejamos os principais:

  • Salmão;
  • Nozes;
  • Lentilha;
  • Ovos;
  • Espinafre;
  • Batata doce;
  • Soja;
  • Leite e derivados;
  • Cenoura;
  • Laranja;
  • Castanha-do-pará;
  • Agrião.

Prevenção da queda de cabelo

Imagem composta por halteres, fita métrica, garrafa de água e maçã verde | Prevenção da queda de cabelo

A prevenção da queda de cabelo é possível e não exige nenhum segredo ou fórmula mirabolante, pelo contrário, pode ser feita de forma bem simples: basta levar um estilo de vida saudável e equilibrado, incluindo uma alimentação abundante em nutrientes vitamínicos e minerais. Pode parecer clichê, mas se cuidar é uma das melhores formas de evitar problemas de saúde!

Resolva o problema com a queda de cabelo na Drogaria Pop.

Encontre na Drogaria POP o genérico barato para cuidar da saúde do seu cabelo. Visite nossa seção de medicamentos e aproveite nossos preços!

Esperamos que o artigo tenha sido útil e que você consiga colocar em prática nossas dicas para manter as suas madeixas sempre lindas e saudáveis. Ainda ficou com dúvidas? Relaxa! Pode nos perguntar na seção de comentários! 😀

  • Tenho queda de cabelo muito grande, tenho sentido até dor no couro cabeçudo na parte de cima, se ficar mais de 2 dias sem lavar a cabeça, si qdo pasdo o condicionador nas pontas é qdo mais cai. Usei 3 cxs de LEVITAN HAIR e nada, agora estou usando Nomessa Hair e estou tomando suplemento vitaminico da LEVITAN, não faço vuso de cálcio (pois tentei 2 tipos e tive prisão de ventre) tenho tireiode mas faço tratamento com Puran T4 ha um ano e tenho acompanhamento. O que fazer por favor?

    • Bom dia Elaine, existem muitas causas prováveis para queda, inclusive relacionadas a outros problemas ou doenças. Acho que você deve procurar um médico especialista pois pelo que você conta, sua queda pode ser um sintoma de algum outro problema. Nesse caso somente um profissional médico pode ter uma ideia de quais caminhos serão mais efetivos para solução do seu problema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *