Blog

Sintomas, tratamentos, causas e prevenção: Saiba tudo sobre as doenças cardiovasculares

Sintomas, tratamentos, causas e prevenção: Saiba tudo sobre as doenças cardiovasculares
5 comentários

Milhares de brasileiros vivem com alguma doença cardiovascular. Além de serem as maiores causas de morte no Brasil (100 mil por ano) e no mundo, segundo dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde.

Mas afinal, quais são consideradas doenças cardiovasculares e como identificar, tratar e preveni-las?

Medicamentos genéricos em comprimidos | Drogaria Pop

Atorvastatina 10mg cx c/30 CIMED

R$53.42 R$32.83

SAIBA MAIS
Medicamentos genéricos em comprimidos | Drogaria Pop

Atorvastatina comp 10mg cx c/30 LEGRAND

R$64.93 R$9.95

SAIBA MAIS
Medicamentos genéricos em comprimidos | Drogaria Pop

Rosuvastatina 10mg 30 comp. SANDOZ

R$94.48 R$34.95

SAIBA MAIS
Medicamentos genéricos em comprimidos | Drogaria Pop

Sinvastatina comp 10mg cx c/30 SANDOZ

R$18.76 R$15.95

SAIBA MAIS

Milhares de brasileiros vivem com alguma doença cardiovascular. Além de serem as maiores causas de morte no Brasil (100 mil por ano) e no mundo, segundo dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde.

Mas afinal, quais são consideradas doenças cardiovasculares e como identificar, tratar e preveni-las?

O que são doenças cardiovasculares?

 

Doenças cardiovasculares são aquelas que podemos chamar também de doenças do coração (cardio) e que agem nos vasos sanguíneos (vasculares).

Algumas doenças cardiovasculares são:

  • Acidente vascular cerebral (AVC);
  • Arritmia cardíaca;
  • Trombose venosa;
  • Aneurisma da aorta;
  • Cardiopatia hipertensiva;
  • Febre reumática;
  • Miocardiopatia;
  • Insuficiência cardíaca;
  • Doenças arteriais coronarianas (causa dano aos principais vasos sanguíneos ligados ao coração).

A lista é grande e, entre as doenças cardiovasculares, algumas têm mais chances de levar o paciente a óbito. A seguir, veremos quais são as principais e as que mais afetam a população brasileira.

Infarto

Idoso sentindo dor no peito e mulher o amparando | Infarto

Também conhecido como ataque cardíaco, o infarto acontece quando uma ou mais veias ligadas ao coração estão obstruídas por gordura, dificultando a chegada do sangue ao coração.

No Brasil, acontecem cerca de 100 mil infartos e cerca de 80 mil mortes por ano. O infarto pode causar sequelas sérias e permanentes na vida do paciente, como a insuficiência cardíaca.

Doença vascular periférica

Corredor sentindo dor na perna | Doença vascular periférica

A doença vascular periférica acontece quando há um acúmulo de gordura nas artérias, prejudicando a passagem do sangue para coxas, pernas e pés (região periférica do corpo).

Quem sofre com esse problema geralmente apresenta dificuldade para caminhar, além de queixar frequentemente de dor nas pernas.

Acidente vascular cerebral

Homem com a mão na cabeça e sentindo dor | AVC

Outra doença cardiovascular, o acidente vascular cerebral é popularmente conhecido como AVC, e acontece quando há entupimento ou rompimento dos vasos que levam o sangue para o cérebro, causando a paralisia na região do cérebro que ficou sem o fluxo sanguíneo.

Morte súbita

Batimentos cardíacos interrompidos e um coração com um x branco na frente | Morte súbita

A morte súbita está relacionada aos problemas do coração e, como o nome já denuncia, acontece de forma inesperada, quando não há mais chance de socorro e sem evidenciar sinais de trauma ou violência.

Pode ser reflexo de uma arritmia cardíaca, que nada mais é do que um problema no ritmo do batimento cardíaco, provocando taquicardias e até paradas cardíacas. O AVC também pode levar o paciente a ter uma morte súbita.

É importante ressaltar que a idade não tem nada a ver com o problema, já que tanto adultos quanto crianças podem vir a ter morte súbita.

Sintomas das doenças cardiovasculares

As reações que o nosso corpo dá para dizer que tem algo errado são importantíssimas para detectar as doenças do coração. Fique atento aos sintomas das doenças cardiovasculares.

Dor no peito

Homem mais velho sentindo dor no peito | Dor no peito

Um dos principais sintomas das doenças do coração são as dores no peito (e não confunda isso com alguma dor ou sofrimento por amor :p).

A dor no peito pode indicar que você precisa diminuir um pouco o ritmo e consultar um médico para ver o que está acontecendo. Esse é um dos principais sintomas do infarto.

Quando a dor no coração dura mais de 20 minutos, isso pode ser um indicativo de que os vasos ligados ao coração estão obstruídos por gordura. Se isso acontecer, procure socorro médico imediatamente.

Desmaio ou tontura

Mulher com a mão na cabeça | Tontura

Desmaio e/ou tontura podem ser sinais de problemas cardiovasculares, como estreitamento da válvula aórtica (responsável pela passagem do sangue), que acontece quando há uma queda inesperada na pressão, impedindo ou comprometendo a chegada do sangue ao cérebro.

Se os desmaios ou as tonturas acontecerem com frequência, você deve procurar ajuda médica.

Palpitação no coração

Atleta medindo sua pulsação | Palpitação no coração

A sensação do coração estar batendo fora do ritmo normal, ou seja, muito mais forte e/ou muito mais rápido do que o habitual, consiste no que os médicos chamam de palpitação ou arritmia cardíaca. Geralmente, essa palpitação acontece em momentos de muito estresse ou de forte reação emocional.

Esse sintoma pode indicar doença isquêmica do coração, que pode se tornar um risco e até levar a complicações mais graves, como a falência cardíaca.

Falta de fôlego

Mulher com dificuldade para respirar | Falta de fôlego

Se você faz algum esforço físico básico no dia a dia, como subir escadas, e se sente sem fôlego com muita frequência ao realizá-los, isso pode ser sinal de insuficiência cardíaca.

A insuficiência cardíaca é um problema que afeta pessoas cujo coração está com o funcionamento comprometido. Isso significa que o órgão não bombeia o sangue de forma correta e satisfatória. Além disso, costuma atingir indivíduos sedentários, que não praticam nenhum tipo de atividade no seu cotidiano.

Dores nas pernas

Médico avaliando pernas do paciente sentado na maca | Dores nas pernas

Se, logo após uma caminhada, corrida, ou qualquer outro exercício físico, suas pernas doerem por muito tempo, você pode estar com a doença arterial periférica, que atinge os membros inferiores e aumenta as chances de infarto e de AVC.

Como surgem as doenças cardiovasculares?

As causas das doenças cardiovasculares estão diretamente ligadas ao estilo de vida do paciente. Os principais fatores de risco são:

  • Tabagismo;
  • Sedentarismo;
  • Obesidade;
  • Sobrepeso;
  • Hipertensão (pressão alta);
  • Colesterol alto;
  • Alimentação inadequada.

Esses fatores externos são as principais causadoras das doenças que acometem o coração, superando inclusive os fatores genéticos, que também contam muito.

Homem comendo pizza em frente ao computador | O sedentarismo e a má alimentação podem causar doenças cardiovasculares

Tratamento de doenças cardiovasculares

Assim que buscam ajuda médica, os pacientes costumam ouvir e seguir as recomendações do especialista durante os primeiros meses do tratamento. Porém, é comum que eles acabem voltando ao estilo de vida anterior, com hábitos que podem ser prejudiciais à saúde. Alguns até decidem suspender os medicamentos indicados.

O tratamento das doenças cardiovasculares precisa ser constante e o paciente precisa realmente mudar sua rotina e comportamento para enfrentar a doença. O acompanhamento médico constante do cardiologista também é de extrema importância.

Se o paciente é fumante, a orientação médica é unânime: pare de fumar! Mesmo que seja um passo difícil, é preciso haver a conscientização de que o cigarro pode trazer complicações e dificultar seu tratamento, além de ser porta de entrada para outras doenças que atingem o pulmão, como o enfisema pulmonar e o câncer.

Prevenção de doenças cardiovasculares

Mulher comendo maçã no intervalo do exercício físico | Prevenção de doenças cardiovasculares

 

Uma estimativa é que 90% dos casos de doenças cardiovasculares podem ser evitados com medidas de prevenção.

Cultivar bons hábitos de alimentação, praticar atividade física, fazer exames de rotina regularmente e ficar atento à sua saúde são as melhores formas de prevenir as temidas doenças do coração, além de ajudarem no diagnóstico precoce das mesmas.

Vale lembrar que se alimentar bem não é seguir dietas malucas e que estão na moda, portanto, se tem dúvidas do que você pode ou não comer, procure um nutricionista.

Como identificar as doenças do coração?

Paciente fazendo exame no coração e medindo pressão acompanhado de um médico e uma médica | Como identificar as doenças do coração?

Alguns exames e consultas clínicas específicas devem ser realizadas sempre com a supervisão do médico. Entre as medidas para detectar as doenças cardiovasculares estão:

  • Análise cuidadosa do histórico clínico e familiar;
  • Electrocardiograma;
  • Teste de esforço;
  • Ecocardiograma;
  • RX de tórax;
  • Cintilografia do miocárdio ou holfer (para doenças como angina ou arritmias);
  • M.A.P.A (Monitorização Ambulatorial da Pressão);
  • Exame de sangue completo.

Temos uma dica valiosa para você: vá ao cardiologista regularmente, faça exames de rotina. Não deixe para se cuidar depois que já tiver com o problema!

Doenças cardiovasculares e colesterol

Quando o colesterol ruim (LDL) está alto, é hora de dar uma atenção redobrada à saúde, pois a grande concentração de gordura no sangue é a porta de entrada para muitas doenças e complicações cardiovasculares.

Alguns medicamentos são muito úteis para controlar os níveis de colesterol, como os seguintes:

Alimentos que combatem as doenças cardiovasculares

Caixa com alimentos saudáveis, como abacate, peixe e verduras | Alimentos que combatem as doenças cardiovasculares

Estudos já confirmaram que é possível reduzir as chances de desenvolver doenças cardiovasculares em até 80% apenas mantendo uma alimentação saudável e regrada.

A lista de alimentos que ajudam a prevenir e tratar as doenças do coração é extensa e mais variada do que você pode imaginar:

  • Farelo de aveia;
  • Azeite extravirgem;
  • Salmão;
  • Castanha do Pará;
  • Brócolis;
  • Abacate;
  • Chocolate amargo;
  • Amêndoa;
  • Cereais e grão integrais;
  • Ovo (preparo com óleo vegetal ou cozido);
  • Feijão;
  • Banana;
  • Couve;
  • Alho e cebola;
  • Frutas ricas em vitamina C (laranja, limão, goiaba, manga, melão, abacaxi).

Esses alimentos ajudam, principalmente, no controle do colesterol. Evite alimentos ricos em gordura, com muito sódio e açúcares. Dar uma maneirada no álcool também ajuda na prevenção das doenças do coração.

A velha história de que a alimentação saudável protege a saúde não é um mito. Adote para seu dia a dia uma dieta cardioprotetora para manter o coração em dia.

Nos casos de carência de vitamina C, uma alternativa saudável são os produtos que ajudam a repor essa substância no organismo, como é o caso do Starfor C, que você encontra na Drogaria Pop.

Doenças cardiovasculares atingem mais mulheres

Mulheres de diferentes etnias e idades sorrindo | Doenças cardiovasculares atingem mais mulheres

Qual a maior causa de morte entre as mulheres: câncer de mama ou doenças cardiovasculares?

Pode ser difícil acreditar, mas acertou quem chutou na segunda. As doenças do coração são a causa número 1 de morte no sexo feminino, superando o câncer nos seios. Por isso, as mulheres devem ter a atenção redobrada, principalmente logo após a menopausa, pois é o período em que os riscos de contrair qualquer um dos problemas já descritos é muito maior.

Isso acontece porque a distribuição da gordura corporal da mulher muda significativamente após a menopausa. Antes, a gordura ficava armazenada de forma mais concentrada na região das coxas e bumbum. Depois que ela para de menstruar, a gordura começa a se localizar mais ao redor do abdômen e na parte superior do corpo, o que apresenta risco à saúde, principalmente quando relacionada a obesidade abdominal e ao colesterol.

Segundo a Federação Internacional de Diabetes, apenas 10% dos fatores que levam mulheres a terem problemas cardiovasculares são genéticos. Os outros 90% estão relacionados ao estilo de vida – como sedentarismo e tabagismo – a doenças como a diabetes e a pressão alta.

Muitas mulheres acabam prestando mais atenção na saúde ginecológica e aos exames voltados à prevenção do câncer de mama, mas acabam deixando de lado os cuidados com o coração.

Genéricos para tratar doenças cardiovasculares

Coração de pelúcia com dois comprimidos em cima e um estetoscópio ao lado | Genéricos para tratar doenças cardiovasculares

O tratamento de doenças cardiovasculares consiste, em maior parte, no uso de medicamentos. Alguns são muito caros e, por se tratar de remédios contínuos, os pacientes às vezes não conseguem mantê-lo por muito tempo. Quer cuidar da saúde do seu coração, sem descuidar da sua saúde financeira? Dá uma olhada no que a Drogaria POP separou:

O uso de qualquer medicamento para tratamento de doenças cardiovasculares deve ter a supervisão do médico.

Gostou do nosso artigo? Se ainda tiver alguma dúvida sobre as doenças do coração, deixe o seu comentário e vamos ter o prazer de esclarecer.

Caso você tenha algum problema no coração e precisa continuar o tratamento, acesse nossa seção de medicamentos e procure o genérico que melhor te atender.

A Drogaria POP, loja virtual do genérico barato, oferece os melhores genéricos e similares equivalentes, com preços muito bons e agora você pode comprá-los pelo site, com toda a comodidade e conforto. Aproveite!

  • Muito bom o esclarecimento de vocês sobre doenças cardiovasculares.Tudo muito bem esclarecido e detalhado.

  • Gostei muito do que li aqui no seu site.Estou estudando o assunto,Mas quero agradecer por que seu texto foi muito valido. Obrigado 🙂

  • Excelente dicas, acredito que com seus conselhos a vida ficará mais fácil nesse período que todos nós enfrentaremos. Obrigada por compartilhar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *