A importância da saúde dos idosos

A importância da saúde dos idosos

Os idosos são, normalmente, mais vulneráveis fisicamente, e os cuidados com esse grupo populacional devem ser intensos a fim de garantir a sua qualidade de vida.  Por isso,  é preciso que toda a sociedade se atente sobre a importância da saúde dos idosos.

Embora hoje em dia as pessoas idosas sejam muito proativas, sua condição física tem algumas limitações decorrentes do avanço da idade e do estilo de vida.  Falta de equilíbrio, falta de sensibilidade nas mãos e pés, movimentos mais lentos, visão e audição menos acuradas são situações que começam a surgir conforme a idade avança.

Por isso, é tão importante intensificar os cuidados com idosos, uma vez que eles garantem mais qualidade de vida para as pessoas com mais idade.

Isso evita o agravamento de doenças pré-existentes ao mesmo tempo que previne acidentes, quedas e outras situações de risco para o idoso.

Como cuidar dos idosos corretamente?

A população idosa requer cuidados especiais para a promoção do seu bem-estar relacionados ao corpo, à mente, à saúde emocional, e também à saúde preventiva.  Porque isso tudo têm por finalidade impedir que outros problemas surjam. E quais são esses detalhes que impactam no convívio social e familiar dessa pessoa? Veja abaixo:

Higiene corporal

A higiene corporal é um dos principais fatores para a promoção da dignidade da pessoa idosa. Além de promover conforto e bem estar, está relacionada com o cuidado e até mesmo com a recuperação da saúde.

O banho do idosos acamados deve ser diário, dado em chuveiro, cama ou banheira e deve ser um momento de relaxamento. Se o idoso precisar de ajuda, a cadeira higiênica pode ser usada como equipamento de segurança. Ela proporciona mais conforto para o idoso, além de também permitir que ele relaxe e tenha mais autonomia para cuidar de seu corpo.

Cuidados da pele

A pele da pessoa idosa tende a ser mais ressecada que a pele de uma pessoa jovem e requer cuidados especiais. Hidratar, de forma apropriada, é essencial para que a pele não fique fragilizada, tornando-a menos maleável. Deixando de ser maleável, a pele ressecada pode ferir mais facilmente.

Assim, cuidados com a roupa de cama, com a roupa vestida e sobretudo com calçados evitam ferimentos que podem ser mais difíceis de cicatrizar.

Alimentação

A alimentação é um dos cuidados com idosos mais essenciais. Com o passar do tempo, problemas com a alimentação podem surgir, como intolerâncias alimentares ou maior sensibilidade a temperos.

No momento de alimentar uma pessoa idosa é preciso observar a textura dos alimentos, sobretudo se for servir idosos com dificuldades para a deglutição, assim como aqueles que usam próteses bucais.

Essa atenção evita engasgos, refluxos e a sensação de mal estar causada por refeições que são inapropriadas para as necessidades do idoso.

A importância da saúde dos idosos
Hoje pessoas que entram na 3ª idade são muito mais ativas e saudáveis.  O estilo de vida desde a juventude também impacta na qualidade de vida na velhice.

O sono no idoso

A sensação de que o sono não é restaurador o suficiente também pode acometer a pessoa idosa, deixando-a menos disposta durante o dia. Assim, promover momentos de relaxamento antes dos momentos que antecedem o sono de uma pessoa idosa é um cuidado fundamental.

Isso pode acontecer de diversas formas, tal como desligando equipamentos eletrônicos, diminuindo a intensidade da luz e proporcionando momentos mais relaxantes, com música, por exemplo.

Se a pessoa idosa tem dificuldades para dormir, como sensação de sufocamento, ronco excessivo, respiração pesada ou um sono não reparador, é essencial investigar se não é um caso de apneia do sono.

Um detalhe importante e que poucas pessoas abordam, é que o estilo de vida desde a juventude também impacta na qualidade de vida na velhice.  A hora de cuidar de uma terceira idade mais saudável é agora.