Quais são os benefícios da vitamina E?

Muita gente não sabe quais são os benefícios da vitamina E. Esse nutriente, que está presente, em sua maioria, nas folhas de cor verde-escura e nas oleaginosas, tem importante ação antioxidante e anti-inflamatória.

Além disso, a vitamina E é essencial para prevenir o envelhecimento precoce das células, atuando na prevenção do aparecimento de rugas, reduzindo o risco de desenvolver doenças graves como o câncer e Alzheimer.

Mas afinal, quais são os benefícios da vitamina E? Descubra a importância de suplementar o nutriente e garantir o bom funcionamento do organismo. Confira!

Para que serve a vitamina E?

O tocoferol, conhecida como vitamina E, é um nutriente lipossolúvel que não é sintetizado pelo corpo, ou seja, o organismo não produz espontaneamente.

Por isso, o nutriente é absorvido pelo corpo a partir da ingestão de alimentos ou pela suplementação.

A vitamina E tem função antioxidante e anti-inflamatório, o qual atua na proteção do organismo contra a ação dos radicais livres, os quais são os responsáveis por causar danos às células do corpo.

Assim, esses radicais livres, quando não são combatidos pela vitamina E, eles se acumulam no corpo e, essas moléculas, causam o envelhecimento das células.

Além disso, esse processo de acúmulo de moléculas dos radicais livres também são as responsáveis pelo aparecimento de doenças cancerígenas e do Alzheimer.

Quais são os benefícios da vitamina E?

A vitamina E ajuda no funcionamento do organismo. Assim, os seus principais benefícios são:

  • melhora o sistema imunológico;
  • fortalece a saúde do cabelo, unhas e pele;
  • previne doenças neurológicas e cardiovasculares;
  • melhora a força e resistência muscular;
  • auxilia no tratamento da gordura no fígado (esteatose hepática).

Perigos da deficiência de vitamina E?

O organismo absorve a vitamina E a partir de alimentos e da suplementação alimentar. No entanto, distúrbios podem levar a baixa absorção e a falta do nutriente que levam ao envelhecimento precoce das células do corpo.

Portanto, a falta da vitamina E pode causar:

  • diminuição de resposta do sistema imunológico;
  • desenvolvimento de doenças neuromusculares (fraqueza, distrofia etc.);
  • problemas neurológicos;
  • anemia;
  • queda de cabelo;
  • lesões na retina (retinopatia).

Segundo pesquisadores, em conjunto com outros causadores, a deficiência de vitamina E pode acarretar no surgimento de doenças crônicas do coração, Alzheimer e câncer.

Quais são os sintomas de deficiência da vitamina E?

O nível baixo do nutriente gera alguns sintomas físicos diretamente ligados ao sistema nervoso central. Entre eles estão:

  • visão dupla;
  • dificuldade de andar;
  • dores de cabeça;
  • fraqueza muscular;
  • diminuição dos reflexos;

Suplementação de vitamina E, quando iniciar?

É importante fazer um checkup da sua saúde, verificando os níveis vitamínicos do seu corpo. Ao identificar que a vitamina E está baixa, é importante iniciar a suplementação o mais rápido possível.

Outra recomendação importante é tomar a cápsula de vitamina E durante a refeição mais pesada do dia, almoço ou jantar, para ajudar na absorção dos nutrientes.

A indicação do período de tratamento com a vitamina E deve partir do seu médico, o qual irá calcular um tempo de reposição médio para que os níveis de nutriente voltem ao normal.

O benefícios da vitamina E para as mulheres, qual a indicação?

A vitamina E é um dos principais nutrientes que auxiliam na saúde da mulher. Fortalecendo cabelos e unha, além de ajudar na prevenção do envelhecimento e do surgimento de rugas, ela deve receber especial atenção.

No entanto, a vitamina E tem um papel essencial para ajudar a diminuir os sintomas causados pela displasia mamária. A doença é uma alteração funcional benigna da mama, que está diretamente relacionada à ansiedade e ao medo do surgimento do câncer na região mamária, com o surgimento de nódulos, mas que não são cancerígenos.

Portanto, manter uma alimentação saudável e com a inserção de vegetais verde-escuros, óleos vegetais, gérmen de trigo e as oleaginosas na dieta, é uma forma de garantir a absorção de vitamina E.

Além disso, a suplementação do nutriente é recomendada sempre que os níveis estejam abaixo do normal, para evitar o desenvolvimento e agravamento de doenças.

Que tal, agora que você já sabe sobre os benefícios da vitamina E, saiba mais sobre outros nutrientes importantes para o seu organismo.